WhatsApp Image 2021-05-15 at 14.20.46

Ato ocorreu no último sábado (15/05), na Praça da Assembleia, e contou com a participação de pais e estudantes.


Hoje, com a pandemia, 258 milhões de crianças, adolescentes e jovens em todo o mundo estão excluídos dos sistemas educacionais. Manter as escolas fechadas por muito tempo agrava ainda mais as desigualdades de aprendizagem no país.

Mas e a saúde mental das crianças?

Muito além da questão pedagógica, estamos diante do desafio de administrar os transtornos mentais das crianças.

Há meses apresento dados e estudos relacionados ao impacto devastador das escolas fechadas no principal período de desenvolvimento infantil.

Em função da pandemia, a exaustão é uma realidade diária e, nas crianças, vem disfarçada de sono conturbado, choro sem motivo aparente, ansiedade, piora na imunidade, apetite alterado e muitas vezes depressão, agravando o quadro de estresse mental e gerando consequências a médio e longo prazo.

A escola não é apenas o local em que se desenvolve o processo cognitivo e psicomotor das crianças, mas também onde há socialização e senso de pertencimento do mundo, experiência fundamental para a formação.

Esse é mais um cenário alarmante. E, em todos os casos, o retorno às atividades escolares é ESSENCIAL.

Chega de retrocessos. Manter escolas fechadas por mais tempo que o necessário é um CRIME contra as nossas crianças.

Cadastre-se para receber em primeira mão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gabinete Laura Serrano

Fone: (31) 2108-5120- (31) 9 9453-6022
dep.laura.serrano@almg.gov.br 

Assessoria: (31) 99367 – 4105 / (31) 99498-5192 

Rua Rodrigues Caldas nº 30, Conj. 228. 2º andar –
Santo Agostinho. CEP: 30190-921. Belo Horizonte-MG